Eu vou esperar a lua voltar

Vou esperar a lua voltar
Eu quero entrar na mata é
Eu vou tirar madeira boa
Pro meu berimbau fazer

Refrāo:

Madeira boa e como amizade
E dificil de encontrar
Amizade eu guardo no peito
E da madeira eu faco meu berimbau

Refrāo:

A noite chega eu entro na mata
Lua clareia pra eu procurar
Jequitiba e macaranduba
O gutambo eu devo achar

Refrāo:

Se Mestre Bimba estivesse aqui
Pra me ensinar escolher madeira
Eu enrava agora na mata
Tirava ipe e pereira

Refrāo:

Na velha África se usava o ungo
Nas grandes festas religiosos
O quijenge no dialeto imbundo
É o berimbau que conquistou o mundo