Se embora se embora mano meu

Se embora se embora mano meu o berimbau chamou pra roda
se embora que o dia entardeceu ta na hora de vadiar

Refrão:

Carrega, leva seu berimbau faz essa viola chorar
controla sua forca e emocao na hora quando eu fui jogar

Refrão:

Na roda o que vale o que sente e o jogo de mente a rasteria que nao volta atraz
na vida ensina que na volta o mundo sempre ta atenta tudo capoeira e evoluindo mais

Refrão:

Da tarde quando esfria o sol na feira do cacau a lua ilumina roda
a vista que vem la do farel e so som do berimbau e gente que nao para de chegar